Educação Alimentar

O Da Vinci investe num programa permanente de educação alimentar, recusando-se a manter cantina e a propiciar aos alunos guloseimas prejudiciais à saúde, tais como

balas, chicletes ou refrigerantes.

No âmbito desse programa, os alunos do Fundamental I são atendidos não apenas em suas necessidades alimentares, mas também em comportamento social (atitudes e posturas durante as refeições), contando com o monitoramento e a orientação de educadores. Os lanches e as refeições são preparados sob orientação de profissionais especializados, e adaptados às especificidades/recomendações próprias para cada faixa etária.